Jovem Aprendiz CIEE 2016

Jovem Aprendiz CIEE 2016 – O CIEE está oferecendo 2,3 mil vagas para Jovem Aprendiz 2016 em todo país

O Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) abriu mais de 2 mil vagas do programa Jovem Aprendiz 2016 e Aprendiz Legal, em todo o país. As vagas são voltadas para jovens de 14 a 24 anos que não tenham experiência profissional, visto que a intenção do programa é promover o ingresso dos jovens adultos no mercado de trabalho.

https://www.sisutec.com.br

O CIEE ainda garante vários benefícios aos aprendizes como a garantia da carteira assinada e cursos qualificantes ministrados pelo próprio centro. As inscrições Jovem Aprendiz 2016 no site do CIEE são gratuitas.

Além de ganhar experiência e conhecimento, o salário recebido pelo jovem aprendiz durante o período de contratação o ajudará a custear as despesas escolares e atuar com uma jornada de 6 horas por dia.

Desde o início de sua atuação, em 2003, o CIEE já beneficiou mais de 230 mil jovens.

Primeiro emprego – Jovem Aprendiz e Aprendiz Legal

O tão sonhado primeiro emprego parece para muitos apenas isso: um sonho. No entanto, iniciativas como os programas de aprendizagem como o Jovem Aprendiz e o Aprendiz Legal fornecem suporte para facilitar o acesso às oportunidades de emprego para quem ainda não tem qualificação e experiência.


Adolescentes e jovens adultos com idade entre 14 e 24 anos podem participar das seleções Jovem Aprendize e Aprendiz Legal. A prerrogativa é que estejam regularmente matriculados e frequentando instituições de ensino, caso não tenham concluído o ensino médio. Fazendo parte do programa, o jovem tem a chance de iterar-se no mercado de trabalho, vivendo a experiência de trabalhar em uma empresa antes ainda de terminar os estudos.

Com essa vantagem, o jovem aprendiz sai na frente na preparação para futuras seleções e entrevistas de emprego.

A relação estabelecida entre a empresa e o jovem participante de um programa de aprendizagem também gera frutos tanto para um lado quanto para outro.

https://www.sisutec.com.br

A empresa atualiza o quadro de funcionários periodicamente, atualizando também o ambiente de trabalho, enquanto o jovem, habituado com o local de trabalho, nutre o desejo de continuar a construir uma carreira dentro da mesma empresa onde conseguiu o primeiro emprego.

Período de aprendizagem

Todo o período em que o jovem adulto ficará vinculado à empresa é um período de aprendizagem. Contudo, para assegurar que esse período seja bem aproveitado, é cobrado da empresa pela instituição responsável pelo programa de aprendizagem, que seja deslocado um funcionário fixo para atuar como orientador responsável pelo jovem. Esse orientador deve monitorar e coordenar as funções desenvolvidas pelo Jovem Aprendiz.

O objetivo final do programa é atingido com a devida inserção do jovem no mercado de forma responsável, tendo contribuído para a formação um indivíduo totalmente capacitado para enfrentar a competição do mercado de trabalho.

Comprometimento dos dois lados

O contrato firmado entre o Jovem Aprendiz e a empresa é um acordo de trabalho ajustado por escrito por prazo determinado não superior a dois anos em que a empresa se compromete a fornecer estrutura e oportunidade para a formação técnico-profissional de acordo com o ecodesenvolvimento físico, moral e psicológico do jovem.

Em contrapartida, o jovem participante do programa se compromete a executar as tarefas que lhe forem propostas com dedicação e diligência, buscando absorver conhecimento prático e teórico durante o período de contrato.




Seja um leitor VIP!


Receba nossas novidades em primeira mão


4 Comentários

  1. Mikaelly
  2. patrick ernandes roberto lopes da silva
  3. Alysson dos Santos Faustino
  4. carla Estefânia dos Santos josino Gonçalves

Deixe uma resposta para Alysson dos Santos Faustino Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *